09 dezembro 2013

Segunda saúde: não era um filme, é uma campanha contra o crack

Sábado eu fui ao shopping (sim, tive coragem em plena época de compras para resolver algo que eu não consegui) e ouvi dois amigos conversando sobre um filme brasileiro de zumbis e tive que conter a minha vontade de contar que na verdade não era um filme, é uma campanha contra o crack em que compara usuários com zumbis, o que na minha opinião caiu muito bem pois é triste ver como as pessoas se destroem com o crack e em tão pouco tempo, é uma droga fortíssima com vício e capaz de matar em menos tempo do que todas as outras mais conhecidas. Infelizmente o crack é um problema critico no Brasil, o que não quer dizer que nos outros países é mil maravilhas, esses dias descobri uma terrível que é capaz de necrosar a área em que a pessoa aplicou, as imagens são horrorosas, ainda bem que eu esqueci o nome e nem faço questão de lembrar, vamos torcer para que isso não chegue aqui. 

Assista o vídeo da campanha contra o crack:


Todos os depoimentos foram dados por usuários da droga e tirados de vários documentários. Espalhe essa mensagem, compartilhe esse post e reserve um espacinho no seu blog. 
Apesar de ser uma droga poderosa, há saída, há cura!


4 comentários:

  1. Muito triste mesmo, temos que divulgar sim e ter a preocupação que nao caia no esquecimento. Bjs

    ResponderExcluir
  2. Crack é uma droga que acaba com a pessoa e vira zumbi mesmo.
    Big Beijos

    ResponderExcluir

Obrigada pelo comentário e volte sempre que quiser, esse espaço não é o mesmo sem você!