14 outubro 2013

Assunto sério: Você realmente respeita as diferenças alheias?

Imagem: Revista Quem

Eu vi esta imagem no site da revista Quem e o título é: "Eca! Vestido de Amy Adams deixa à mostra pelos embaixo do braço". Ok, eu não gosto de pelos e tenho nojo deles na comida, já encontrei um fio de cabelo no meio de um crepe em um restaurante e não foi nada legal. Também sou adepta da depilação, não acho que sejam bonitos esteticamente em mulher mas isso sou eu, aceito e adotei essa opção. Mas e se um dia sem querer eu esquecer de raspar as axilas e...ops! Pode acontecer com qualquer uma mas eu sei também que quem trabalha com a imagem tem que ter atenção em dobro e está mais suscetível a críticas. 

Imagem: Globo

Eu não acompanho a novela mas quando o horário permite as vezes assisto mas só gosto das tiradas do Félix, o título não condiz com a história, tá faltando amor na trama! Mas nem é preciso acompanhar para saber que o autor exagerou muito no preconceito com o gordo. Eu estou gorda e ninguém nunca ficou fazendo piadinhas numa mesa de restaurante ou veio até a mim para dizer que eu não sirvo porque sou gorda, no máximo uma vendedora de loja me olhou de cima a baixo ou foi pouco simpática. As vezes fico confusa, não sei qual a verdadeira intenção disso.

Esses dias vi em um site (não lembro qual) uma reportagem sobre mulheres que escolheram os pelos, simples assim, elas não são adeptas da depilação e vivem muito bem obrigada com o corpo peludo. Há quem diga que é falta de higiene mas isso não é verdade senão deveríamos chamar a grande maioria dos homens de porcos e há quem fique com nojinho. Ah vá, deixa de ser fresca!
Quanto aos gordos já há toda uma postura politicamente correta de aceitação e quem não entra nessa é um preconceituoso sem coração. Mas eu pergunto, e quanto todas as outras diferenças? Vamos pensar um pouco nisso?

22 comentários:

  1. Oi Mariana!! ótimo Post!! bjs
    Ju
    http://bonitatodahora.com

    ResponderExcluir
  2. Gostei do assunto abordado e da imparcialidade!
    Tb sou adepta da depilação e etc, mas cada um é feliz como quiser ser e ninguém tem nada a ver com isso.
    E também achei muito exagerada a abordagem do autor da novela, quando vi a cena dos pais do noivo da Perséfone falando que eram contra assim na cara dela e a fazendo chorar fiquei brava! Não consigo acreditar que isso exista nesse nível! E se existe, tá na hora dessas pessoas crescerem!
    Super beijos!

    Me visita também?
    Blog Quase GêmeasFan PageTwitterYoutubeInsta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sabe que eu nem vi a maioria das cenas mas são tantos comentários sobre isso que não dá para ficar por fora.

      Excluir
  3. Concordo muitoo

    claudiniz.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Adorei o post.
    beijinhos fofos <3
    http://maquilhagemesmalte.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  5. Oi Mari.
    Sou adepta da depilação e não entendo como as pessoas conseguem conviver com pelos, gosto é gosto. Qto a novela, o autor quis abordar a gordofobia, mas ficou tão caricato e preconceituoso que tem gerado revolta por boa parte das mulheres gordinhas, inclusive conheço pessoas que reclamaram a abordagem diretamente com o autor.
    Em suma, se as pessoas respeitassem as diferenças não haveria bullying não é mesmo?
    Boa semana!
    Big Beijos
    Lulu on the sky
    obs: Últimos dias para ganhar um relógio Participe da nossa promoção!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A abordagem do autor tá tão exagerada que gera uma confusão sobre qual seria a verdadeira intenção dele, nunca vi situações iguais a que a Perséfone passa.
      Cada um tem um gosto, não dá para impor a preferência para todos, é preciso respeitar né Lulu.

      Excluir
  6. ótimo post
    eu tbm acho que pode acontecer com qualquer um
    e tbm nunca fui maltratada por ser gordinha
    o pessoal exagera!

    Beijos Jéssica R. Coelho BLOG

    -Sorteio p/ quem é de Curitiba

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Né Jéssica, eu não vejo essa maldade toda contra gordas, bem, eu nunca fui tão descriminada assim, nem sempre estive gorda mas aumentei bastante de peso de uns anos pra cá.

      Excluir
  7. Adorei o post!

    Blog: http://www.starfashionmakeup.com.br
    Instagram: @simararosado

    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  8. também acho que diferenças existem e cada um é diferente do outro, mais por serem pessoas publicas, ficam expostas a criticas e maldades! Infelizmente quanto mais conhecidas ficamos, mais sujeitas a isso estamos! Otimo post, ja estou seguindo o blog, super beijo

    palpitandomodices.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem trabalha com a imagem está mais suscetível a isso mesmo afinal não dá para agradar a todos mas talvez seja a hora de repensarmos melhor se as nossas críticas não magoam o outro ou o afetam negativamente né.

      Excluir
  9. Existe aquela ditadura, aquela obrigação de estar de acordo com os padrões, né? Acho muito legal quem, simplesmente, escolhe ser diferente. Ótima discussão que você levantou aqui ;)


    Beijos
    Brilho de Aluguel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Thayse, eu estou totalmente fora dos padrões, não sofro preconceito mas se eu quiser usar uma determinada roupa ou marca é bem difícil, algumas nem disponibilizam tamanho 46.

      Excluir
  10. Sério, acho essa primeira imagem meio nojenta haha, não gosto de pelos! E não assisto à novela, nem sei quem é essa mulher na foto. Nem posso falar sobre.

    >> Visite o Blog <<
    - xoxo –

    ResponderExcluir
  11. Parabéns pelo post! Sobre a questão dos pelos o que acontece é o que todo mundo sabe, o ódio pelas mulheres é real, pelo em homem tudo bem, agora em mulher?? credo que nojo!! que falta de higiene e bla bla bla Temos respeitar a opção dos outros, afinal pelo é normal! bjs
    Girls Talkin' Blog

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Melissa, pois é, nem falta de higiene é! Os pelos servem de proteção só que hoje em dia não precisamos mais, se pensarmos bem a falta de higiene é removê-los!

      Excluir
  12. Gostei do post. Realmente se cada um cuidasse da própria vida, talvez estariam fazendo algo para melhorar a economia do país, o problema da saúde no Brasil, o indice de crimes, mas NÃO, eles estão preocupado se a Amy Adms depilou as axilas. Faça-me um favor né? Ela é um ícone, e ícones amam chamar a atenção, vai ver foi até propositalmente que ela fez isso. Se eu fosse um ícone, com certeza quando me sentisse um pouco apagada ou fora da mídia eu colocaria uma melancia na cabeça e ia caminhar na praia. Pronto. Vou sair até no jornal nacional. Aff, e concordo com você quanto ao autor de Amor a Vida ter se equivocado tanto no nome quanto na dosagem do preconceito. Eu estou acima do peso, e se minha cunhada viesse falar que não sirvo pro meu noivo por isso, é bem capaz de eu dar uma panelada nas ideias dela.

    Beijinhos.
    Like Skyscraper
    Siga-me nas redes sociais para saber tudo o que rola no LS.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que cada um tem um tempo para as coisas tb, sabe? Tudo bem gostar de acompanhar notícias de celebridades mas vai que a Amy Adams sente-se bem sem depilar a axila, qual o problema?
      Eu sei que não sou perfeita e as vezes me pego criticando mentalmente alguém que usou determinada roupa, ou que tem uma cor de cabelo que eu acho feia ou que fez uma combinação de peças que considero cafona, mas e daí? A pessoa tá ali, tá feliz e tá bem, o que eu tenho com isso, não é mesmo?

      Excluir
  13. Esse post foi fantástico!
    Quando ainda era frio (muuuito frio) eu ficava dias sem depilar (ah, foda-se) e um dia aqui na empresa eu tirei a jaqueta porque o bolso tava furado e a chave caiu pra dentro do forro e tava com uma regatinha de alças, sabe? Tirei a jaqueta e o cara que senta na minha frente falou "ewww macaca véia" eu ri e disse "quero ver se tu és depilado, mostra" "ah, mas eu sou homem". Vai se foder. Sério. Sério MESMO. A pessoa pode achar anti higiênico que todos tenham pelos nas axilas (sovaco, vai), mas é um machismo podre achar que só é feio em mulher. Concordo com vc, eu, em mim mesma, gosto de depilado, mas nada a ver eu chegar nas pessoas que não tiram e VOMITAR minha opinião assim, de graça.
    Tem toda a razão ao falar sobre os comentários "politicamente corretos" quanto aos gordos. Parece que as pessoas se juntam pra falar mal dos magros. Como se existisse uma justiça em sacanear com magro quando se é gordo. Sacanagem, isso sim! E eu tô POR AQUI desses papos de saúde quando tudo o que querem dizer pra vc é que estão incomodados com seus "quilinhos a mais". Desabafei hein? hahaahha sorry!

    Hoje eu cheguei a discutir com a minha mãe, vc acredita? Eu tava contando pra ele sobre um vídeo que vi, de um cara dizendo IPSIS LITERIS "a coisa mais valiosa em uma mulher é seu corpo blablabla ela deve se manter pura, a mulher a caça o homem o caçador" e mais algumas coisas revoltantes. E nnão sei como o assunto chegou na Geisy Arruda e minha mãe disse "ah, mas aquela mereceu, quem manda andar com aquele tipo de roupa?" Sério, deu vontade de chorar, não pela Geisy, mas porque a minha mãe, uma pessoa tão aberta, tão "sem preconceito" pensa assim. O que esperar então de pessoas menos "esclarecidas" que ela? Me deixa triste =(. Aí, como eu sou uma bocuda mal criada (ahahahaha) tive que dizer que ela faz parte da fatia machista da sociedade que há décadas impediu as mulheres de votar, trabalhar e dirigir. Que coisa né? ='(

    Beijão Mari, desculpa o tratado que eu escrevi kkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lembrei da minha mãe dizendo que acha o máximo as mulheres que não estão nem aí para as suas imperfeições e desfilam lindas e belas pela praia num biquininho. Eu não consigo, prefiro usar peças que estejam mais de acordo com o meu corpo, me sinto mais confortável assim, mas quem sou eu para recriminá-las?
      Eu to cansada das regras, do politicamente correto e poucos enxergam seu próprio umbigo, acho que é uma questão de auto conhecimento e reflexão tb, prestar mais atenção aos nossos atos, as nossas falas e perceber que tb erramos, que tb estamos suscetíveis a sermos discriminados e julgados por qualquer coisa.
      Acho que há uma revolucionária em mim, hahahaha.

      Excluir

Obrigada pelo comentário e volte sempre que quiser, esse espaço não é o mesmo sem você!